Menu

Cobrança e Recuperação de Créditos

Tão importante quanto a realização de vendas ou de prestação de serviços é o recebimento dos valores decorrentes da entrega de um produto ou de um serviço ao cliente. Ocorrendo inadimplemento, entretanto, a Empresa deve envidar esforços para receber seus créditos.


As fases de cobrança e de recuperação consistem em:


1 - COBRANÇA - fase que se inicia com a quebra contratual e adoção de ações para se cobrar ativamente o cliente. A cobrança deve ser iniciada a partir da não-quitação dos valores devidos nos prazos acordados ou quando da ocorrência de situações irregulares que ensejem tratamento diferenciado. As ações na etapa da cobrança devem objetivar:


a) reter o relacionamento com o cliente;


b) minimizar custos de cobrança, com a adoção, sempre que possível, de procedimentos extrajudiciais;


c) reduzir volume de créditos a serem recuperados judicialmente;


2 - RECUPERAÇÃO - fase a partir da qual a pessoa ou Empresa abdica-se do relacionamento com o cliente ou o terceiro em favor da recuperação de seus créditos. Na fase de recuperação devem ser observados os seguintes parâmetros:


a) as ações a serem adotadas devem minimizar custos de recuperação;


b) reduzir o tempo e incrementar a taxa de recuperação;


c) reduzir as "perdas" de crédito.



O modelo de tratamento de créditos utilizados por nosso Escritório permeia as fases de condução, cobrança e recuperação de créditos, priorizando, quando possível, a manutenção do relacionamento entre a empresa e o seu cliente. Na fase de recuperação judicial do créditos, adotamos estratégias que objetivam reduzir o tempo do processo, localizar bens do devedor e dar efetividade às medidas adotadas.